sábado, 20 de maio de 2017

Gravação de Temer não foi editada, afirma rádio CBN



                                                   (REPRODUÇÃO)
O áudio da gravação da conversa entre o presidente Michel Temer e o dono da JBS, Joesley Batista, não foi editado. A afirmação é da rádio CBN. O rádio do carro de Joesley estava sintonizado na emissora quando ele chegou e saiu da residência oficial de Temer no dia 7 de maio.
Quando chegou, Joesley ouvia uma reportagem da emissora e, ao deixar a reunião, a rádio do carro de Joesley continuava sintonizada na CBN. O quadro 'Nos Acréscimos' estava no ar e, naquele dia, começou às 23h08.
"Com isso, é possível determinar que o tempo de gravação é de 38 minutos, o tempo da conversa entre Joesley chegar e sair da casa do presidente foi de 38 minutos, e esse tempo é a íntegra do áudio divulgado na quinta-feira e que comprova que o material não teve nenhuma edição. Portanto, a gente percebe que não teve edição na gravação que foi divulgada, colocada aí do início ao fim", explicou o âncora Milton Jung.
Por outro lado, o advogado criminalista Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, escalado para a defesa de Temer, afirmou que o governo tem “informações seguras” de que o áudio foi adulterado. (PORTAL O TEMPO.COM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

venha anunciar conosco

venha anunciar conosco
divulgue sua empresa sua marca ou seu comercio