quinta-feira, 30 de março de 2017

Etiene e Yane entre as melhores do Brasil Olímpico

Por: Folha de Pernambuco                                                                                                                              
                                      Foto: Rodolfo Buhrer
Os melhores atletas do País na temporada 2016 serão conhecidos na noite desta quarta-feira (29), no tradicional Prêmio Brasil Olímpico, que chega à 18ª edição, realizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). 
                            
(FOTO: REPRODUÇÃO/FOLHA-PE)

A cerimônia, que a princípio fora marcada para 16 de dezembro do ano passado, acabou mudando de data pela exigência dos organizadores em terem o Theatro Municipal do Rio como palco - no final do ano passado, havia uma possibilidade de greve devido ao atraso no salário dos funcionários do local e, por isso, a organização achou mais viável mudar a programação. O evento, no entanto, acontecerá na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, com início marcado para as 20h.  

Na ocasião, serão agraciados os destaques nacionais por modalidades. Entre eles estão as pernambucanas Yane Marques e Etiene Medeiros. Yane, que está desacelerando o ritmo nesta temporada após assumir o cargo de secretária executiva de Esportes da Prefeitura do Recife, receberá o 12º troféu consecutivo como destaque no pentatlo moderno. É a esportista que mais vezes brilhou nas premiações por modalidade. Já Etiene faz estreia no prêmio, sendo apenas a segunda mulher da história escolhida como destaque da natação - a primeira foi Nayara Ribeiro, em 2001. 

Hoje à noite, serão conhecidos ainda os escolhidos na categoria Atleta do Ano, feminino e masculino, Atleta da Torcida, Técnico do Ano, em modalidades coletiva e individual, e destaques dos Jogos Escolares da Juventude. Todos os indicados à categoria Atleta do Ano, a principal do Brasil Olímpico, estiveram no pódio dos Jogos Rio-2016. Entre as mulheres, concorrem Martine Grael e Kahena Kunze, campeãs na classe 49er FX da vela, Poliana Okimoto, bronze na maratona aquática, e Rafaela Silva, ouro no judô. No masculino, a disputa está entre Isaquias Queiroz, ganhador de três medalhas na canoagem em velocidade, Thiago Braz, que surpreendeu ao vencer a prova do salto com vara, e Serginho, campeão com a seleção masculina de vôlei.

 A escolha dos vencedores do troféu Atleta do Ano foi realizada por um júri composto por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. O mesmo aconteceu com os destaques por modalidades. Já na seção Atleta da Torcida, quem elege os campeões é o público, através da página do Time Brasil no Facebook ou no site do COB. A votação será encerrada pouco antes da entrega do prêmio, já com a cerimônia em andamento.

 Concorrem nesta categoria os também medalhistas olímpicos Alison e Bruno Schmidt (vôlei de praia), Arthur Nory (ginástica artística), Diego Hypólito (ginástica artística), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Martine Grael e Kahena Kunze (vela), Poliana Okimoto (maratona aquática), Rafaela Silva (judô), Robson Conceição (boxe), Serginho (vôlei) e Thiago Braz (atletismo).

Medalhas
Hoje à noite, as meninas que compuseram o revezamento 4x100 metros rasos dos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 receberão as medalhas conquistadas após a desclassificação da equipe russa. Em agosto do ano passado, foi detectado um caso de doping em reanálise das amostras da época e o ouro da Rússia foi cassado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário